O jornal que todo mundo lê
Publicidade
Geral
11/06/2019 - 14h33
Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas é inaugurado
Foto: ASCOM PMP.

Por ASCOM PMP


Na última sexta-feira (7) foi inaugurado pelo Governo Municipal a sede própria do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas (CAPS ADIII) “Adão de Melo Borges” no Bairro Olímpio Nunes. Na ocasião também foram inaugurados, no interior do CAPS, o Espaço de Convivência “Leonardo Oliveira” e o Refeitório “Rodrigo Andrade Santos”.

Em Fevereiro de 2017, dois anos após serem paralisadas, as obras da sede definitiva do CAPS AD III foram retomadas e edificadas com recursos do Ministério da Saúde, repassados ao Fundo Municipal de Saúde.

Serviço de referência do Sistema Único de Saúde para oferta de tratamento especializado a pessoas que fazem uso de álcool e outras drogas sem controle, o local atende diariamente cerca de oitenta pacientes de forma interdisciplinar nas áreas de psiquiatria, psicologia, enfermagem, serviço social, medicação com farmácia própria, além de doze leitos que funcionam 24 horas para internações necessárias mediante avaliação da equipe.

Para o prefeito Deiró Marra, poder inaugurar uma obra que tem o poder de mudar a vida de várias pessoas, mostra o carinho do Governo Municipal com a população.

“A gente sabe das dificuldades que as famílias têm neste momento de tratar estas pessoas, por isso é importante que a Administração não as deixe na mão, hoje temos aqui uma área de mais de 800M de construção para atender os dependentes do álcool e das drogas e dar esta primeira oportunidade de atendimento e isso nos deixa felizes e orgulhosos, tenho a convicção de que estamos no caminho correto”, afirmou o prefeito.

O secretário municipal de Saúde, Humberto Donizete Ferreira, (Bebé), destaca que ter um espaço próprio é importante para qualificar o serviço e adequado para realizar os atendimentos.

“Nós assumimos a administração com várias obras paradas, e esta é uma delas, estava parada desde 2015, e com planejamento fomos construindo, reformando todas as nossas unidades e pegando estas que estavam paradas e dando destino. Essa é uma obra na ordem de R$ 1.200 milhão, onde foram alocados recursos do Governo Federal e do Governo Municipal, com toda a responsabilidade e transparência usando recursos os impostos dos nossos cidadãos e prol da população, porque fazer saúde é atender com responsabilidade, dignidade e humanização”, disse.



Confira Também


Publicidade

no Facebook