O jornal que todo mundo lê
Publicidade
Saúde
18/10/2018 - 12h59
Prefeitura Municipal publica nota sobre infestação de escorpiões na cidade
Através da Secretaria Municipal de Saúde, a nota pontua os cuidados que população deve ter

Por Stéfany Christina com informações ASCOM PMP


Após reclamação por grande parte da população em torno da infestação de escorpiões em diversos bairros de Patrocínio, a Prefeitura Municipal soltou uma nota informativa em seu site na manhã desta quinta-feira (18).

O comunicado informa que todas as reclamações feitas através da Secretaria Municipal de Saúde estão sendo direcionadas para o Setor de Controle de Endemias, que, por sua vez, tem feito o registro e o atendimento de cada solicitação através da realização de visitas domiciliares.

Segundo a nota, o objetivo da visita “é identificar os locais de presença dos escorpiões e promover ações de educação ambiental e de saúde para que cada medida de controle se torne efetiva, em cada local, de maneira que elas sejam incorporadas no dia-a-dia da população”, informa.

No entanto, é pontuado que a eliminação do escorpião não é possível e nem viável. Além de informarem que a utilização do controle químico é ineficaz por conta do hábito destes animais se alojarem e permanecerem por longos períodos em abrigos naturais ou artificiais que impedem que o inseticida entre em contato com mesmo.

“A aplicação de produtos químicos de higienização doméstica (inseticidas, raticidas, mata-baratas ou repelentes do grupo dos piretróides e organofosforados) não são indicados por causarem o desalojamento dos escorpiões para locais não expostos à ação desses produtos, aumentando o risco de acidentes”, alerta a nota.


Confira também:


Acidentes

Em caso de acidentes o indivíduo deve ser imediatamente conduzido ao Pronto Socorro para ser avaliado e ter o tratamento mais adequado, conforme cada caso. “Há casos em que o soro antiescorpiônico pode ser necessário, mas na sua maioria, o tratamento não requer aplicação do soro”, afirma.

Caso encontre algum escorpião em sua casa, o cidadão pode ligar para o Serviço de Controle de Endemias através do telefone (34) 3831-7289, de 07h às 11h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira.


Veja algumas dicas de controle divulgadas em nota:


Na área externa do domicilio

  • Manter limpos quintais e jardins, não acumular folhas secas e lixo domiciliar;
  • Acondicionar lixo domiciliar em sacos plásticos ou outros recipientes apropriados e fechados e entregá-los para o serviço de coleta. Não jogar lixo em terrenos baldios;
  • Limpar terrenos baldios situados a cerca de dois metros das redondezas dos imóveis;
  • Eliminar fontes de alimento para os escorpiões: baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados;
  • Evitar a formação de ambientes favoráveis ao abrigo de escorpiões, como obras de construção civil e terraplenagens que possam deixar entulho, superfícies sem revestimento, umidade etc;
  • Remover periodicamente materiais de construção e lenha armazenados, evitando o acúmulo exagerado;
  • Preservar os inimigos naturais dos escorpiões, especialmente aves de hábitos noturnos, pequenos macacos, quati, lagartos, sapos e gansos (galinhas não são eficazes agentes controladores de escorpiões);
  • Evitar queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões;
  • Remover folhagens, arbustos e trepadeiras junto às paredes externas e muros;
  • Manter fossas sépticas bem vedadas, para evitar a passagem de baratas e escorpiões;
  • Rebocar paredes externas e muros para que não apresentem vãos ou frestas.


Na área interna

  • Rebocar paredes para que não apresentem vãos ou frestas;
  • Vedar soleiras de portas com rolos de areia ou rodos de borracha;
  • Reparar rodapés soltos e colocar telas nas janelas;
  • Colocar telas nas aberturas dos ralos, pias ou tanques;
  • Colocar telas nas aberturas de ventilação de porões e manter assoalhos calafetados;
  • Manter todos os pontos de energia e telefone devidamente vedados.


Confira Também


Publicidade

no Facebook