O jornal que todo mundo lê
Publicidade
Saúde
24/05/2019 - 15h57
Rede de Atenção Psicossocial celebrou o Dia Nacional da Luta Antimanicomial
O evento foi realizado dia 18 com mobilização da população e de pacientes da Rede
Foto: ASCOM/PMP.

Por ASCOM/PMP com informações e fotos da RAPS


A Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) da Secretaria Municipal de Saúde celebrou no último sábado, dia 18, o Dia Nacional da Luta Antimanicomial com a participação de alguns pacientes da Rede. O evento foi marcado por grande mobilização no centro da cidade, organizada pela equipe, realizada entre 9h e 11h da manhã, no cruzamento das Avenidas Rui Barbosa com Faria Pereira.


Atividades

As atividades estão sendo realizadas durante esse mês de maio nos CAPS II e CAPS AD III, com o objetivo de trabalhar questões voltadas a luta dos direitos das pessoas com sofrimento mental, neste ano com o tema “DIREITOS ÀS DIVERSAS GENTES: De mãos dadas contracorrentes”.

Dentro da meta, está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, ideia baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental.

Para desmistificar estes pensamentos, durante o período, foi trabalhado e apresentado aos pacientes filmes como, “Nise: O coração da loucura” que se trata de uma psiquiatra dos anos 50, contrária aos tratamentos convencionais de esquizofrenia da época e é isolada pelos outros médicos. Ela então assume o setor de terapia ocupacional, onde inicia uma nova forma de lidar com os pacientes, pelo amor e a arte.

Os pacientes do CAPS foram levados a uma visita à Chácara Bom Jardim, onde se promoveu a saúde e qualidade de vida com entretenimento. Em atividade interna, foram elaboradas oficinas de artesanato e discussões acerca do tema.


Mobilização

Foi feita também, uma Blitz com funcionários e pacientes que mostram faixas e distribuíram panfletos informativos para divulgar e convidar a população a conhecer o funcionamento dos serviços e a visitarem a feira de artesanato, produzida pelos próprios pacientes do CAPS II e CAPS AD III, como forma de trabalhar a autonomia dos mesmos.

Na última segunda-feira, dia 20, os profissionais da área foram convidados pelos cursos de Psicologia e Enfermagem do Unicerp, para participarem de uma mesa redonda onde foi exibido o documentário “A loucura entre nós”, que retrata as fronteiras do que é considerado normal e loucura, dando voz para pessoas que lutam para resgatar suas conexões sociais após experiências em um hospital psiquiátrico, com discussões sobre a Luta Antimanicomial e às dúvidas acerca dos CAPS e fluxo da RAPS.

Para marcar as comemorações do tema, será organizado um almoço entre funcionários e pacientes para o encerramento das atividades referentes a semana da Luta Antimanicomial, previsto para a próxima quarta-feira dia 29.



Confira Também


Publicidade

no Facebook