O jornal que todo mundo lê
Publicidade
Colunas
22/06/2020 - 15h59
Tendências no Mercado de Trabalho
Coluna Emprego com Cássio Amaral

Por Cássio Amaral


Com o passar do tempo, tal realidade tem mudado a sua configuração e o seu modo de acontecer, exigindo que tanto os funcionários quanto as empresas se atualizem. Nesse contexto de mercado trabalho, estão inclusas ofertas de trabalho do setor público, privado, pessoas físicas, jurídicas, empresas de economia mista, entre outras modalidades empregatícias.

Na prática, o mercado de trabalho é o que proporciona o crescimento exponencial dos setores em geral, que são responsáveis por abastecer e movimentar um país, enquanto oferece subsídios financeiros para os cidadãos se manterem em sua realidade. Um lado está interligado e depende totalmente do outro, ou seja, a empresa necessita do trabalhador para executar tarefas e, consequentemente, lucrar e crescer, enquanto o funcionário necessita da empresa para suprir os seus gastos cotidianos.

A grande busca por vagas de trabalho, que se diferenciam por benefícios oferecidos ao trabalhador, cargo, nível hierárquico, salário, entre outros detalhes, fez crescer um item muito importante para todos os setores: a competitividade no mercado de trabalho. Em decorrência, o preparo dos candidatos para concorrer às vagas também se aprimorou com o tempo, a fim de suprir as novas e mais intensas exigências.

Entender o conceito, as características e as tendências do mercado de trabalho auxilia ambos os lados a compreenderem o meio em que estão inseridos e como podem se moldar para uma melhor atuação. A educação está inteiramente ligada ao mercado de trabalho, a partir do momento que colocamos na prática aquilo que aprendemos em cursos (independentemente do nível). O aumento das oportunidades e a crescente evolução tecnológica fizeram elevar ainda mais o nível de exigência de conhecimentos gerais e específicos como forma de avaliação para o mercado de trabalho.

Atualmente, por mais que um candidato a uma vaga possua anos de experiência em determinada função a qual concorre, este poderá ser deixado para trás se não possuir uma especialização na área. Além de agregar conhecimento específico para que o empírico aconteça, a educação promove o desenvolvimento da capacidade crítica, lógica, analítica e de decisão, fatores esses que podem contribuir no ambiente empresarial e para o desenvolvimento pessoal do indivíduo.

Por conta disso, grande parte das empresas, principalmente as de médio e grande porte, além de selecionarem funcionários mais preparados intelectualmente, continuam promovendo a educação durante a sua jornada dentro da empresa. O intuito é, além de agregar conhecimento para ser aplicado nos negócios, gerando mais produtividade e resultados, estimular o crescimento pessoal e profissional dentro da empresa.

Para os empregados, o investimento em educação, tanto para conseguir um emprego, como para manter-se nele, tem retorno em longo prazo ao conseguir promoções, aumento salarial, reconhecimento e novas descobertas profissionais. Apesar de necessário, muitos estudantes encontram certas barreiras no mercado de trabalho para começar a atuar.

São tantos estagiários se candidatando para uma mesma vaga, que a falta de oportunidades se torna uma realidade para muitos deles. Em decorrência, alguns, com menor poder aquisitivo, acabam largando os estudos ou “trancando” a faculdade, a fim de esperar um melhor momento financeiro para concluí-la.Porém, o investimento em educação é necessário justamente para esse melhor momento acontecer. O investimento terá um retorno rápido e para toda a sua vida. Em suma, o mercado de trabalho se baseia na oferta e na demanda, ou seja, a quantidade de vagas disponíveis e ofertadas pelas empresas.

O mercado de trabalho funciona baseado na Lei da Oferta e Procura.Em suma, tal lei estabelece as relações do mercado a partir do momento em que um produto ou serviço é ofertado e possui um retorno, como se fossem vendedores e compradores. No mercado de trabalho podemos aplicá-la a partir do momento em que quanto mais o seu trabalho for procurado, diferenciado e qualificado, maior será o valor da sua hora de trabalho. Quando a economia está em crise, como recentemente aconteceu no Brasil, o mercado de trabalho fica estagnado, não contrata e ainda diminui o valor dos salários. Com isso, o poder de compra do consumidor diminui.

Por conta desses fatores, a taxa de desemprego é a régua medidora. Tal taxa analisa aquelas pessoas inseridas no mercado de trabalho, o empregador, e quem não tem emprego, mas está procurando por um. Quem não tem emprego e não procura, não estão inseridos no mercado de trabalho. Entram na estatística de desemprego aqueles que respondem tal pesquisa como empregados, mas que também trabalham de maneira informal ou autônoma.

Em decorrência das novas formas e relações de trabalho e as inovações tecnológicas, o meio online se tornou palco de um mercado de trabalho bastante ativo. Com o conforto do lar, muitos trabalhadores atuam de maneira informal e autônoma, a fim de oferecer produtos e serviços diversos de maneira totalmente online. As relações virtuais e as ferramentas disponíveis, como redes sociais, aplicativos, sites, entre outros, proporcionaram uma facilidade imensa em montar um negócio e alcançar muito mais clientes com o seu trabalho.

Muitas empresas até passaram a introduzir o sistema de home office como solução mais produtiva e econômica para os negócios. O retorno é mais rápido, enquanto o investimento é menor. É preciso existir a mentalidade da mudança, abrir a mente a oportunidades, voltar à atenção a novas ferramentas e tecnologias. O tempo hoje é um bem valioso, que não pode ser desperdiçado. O mercado é muito ágil.
O seu planejamento de carreira será a ferramenta para guiar o seu crescimento profissional, indicando o caminho que você deverá percorrer do lugar em que você se encontra — o seu ponto de partida — ao cargo ou objetivo que você almeja — o ponto alto de sua carreira. Com um bom planejamento, você terá muito mais chances de alcançar o sucesso, pois sempre saberá com clareza qual é o próximo passo em sua vida profissional.

A demanda do mercado também costuma ser um ponto importante, podendo ser o fator decisivo entre uma ou outra opção de carreira. Use e abuse da internet para pesquisar sobre o mercado de trabalho e procure também conversar com pessoas que atuam na área para ter uma visão mais completa de suas perspectivas profissionais.


Cássio Amaral é Professor/ Coordenador Município de Patrocínio Fomento de Emprego e Renda.



Confira Também


Publicidade

no Facebook