O jornal que todo mundo lê
Publicidade
Saúde
10/05/2019 - 16h38
Vacinação contra a gripe já atingiu mais de 60% do público alvo em Patrocínio
Ao todo 14.930 pessoas já receberam a dose da vacina, a campanha segue até o dia 31
Fotos: Marlisia Silva (34) 9 8828-8309.

Com informações ASCOM PMP e Difusora 95


Ocorreu em todo o Brasil no último sábado (4) o Dia D da 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Em Patrocínio, todas as 16 salas de vacina estiveram abertas de 8h às 17h e vacinaram, somente nesse dia, 3 mil pessoas.

Humberto Donizete Ferreira, Secretário Municipal de Saúde, disse que a secretaria está trabalhando intensamente em relação a vacinação e que o principal objetivo dessa campanha é bater a meta estabelecida pelo governo federal não somente no sentido de números, mas principalmente de uma cobertura bem abrangente da população.

“Essa vacinação evita várias complicações que este público-alvo tem devido a uma gripe. Então o Dia D é para aproveitar a oportunidade de quem não tem tempo durante a semana, mas também é um dia de reflexão, para a população perceber e refletir tanto que a vacinação é importante. E a secretaria de saúde tem feito sua parte. E vamos continuar sempre cuidando bem da maneira mais humanitária e respeitando sempre o nosso usuário do sistema único de saúde”, concluiu.

Ao todo 14.930 pessoas já receberam a dose da vacina, o que representa um total de 61,36% das quase 25 mil pessoas que representam o público-alvo da campanha, que segue até o dia 31 de maio em todas as salas de vacina do Município. A partir do dia 15 de maio, a secretaria irá programar quais os dias que estarão visitando as comunidades rurais para realizar a imunização.

Podem receber a dose de vacina, que protege os três subtipos do vírus da gripe com maior incidência (H1N1, H3N2 e Influenza B):

  • As crianças de 6 meses a menores de 6 anos;
  • Pessoas idosas;
  • Gestantes e mulheres puérperas (mulheres que tiveram filho há menos de 45 dias);
  • Profissionais de saúde;
  • Professores de escolas públicas e privada;
  • Povos indígenas;
  • Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade em cumprimento de medidas socioeducativas;
  • Detentos e funcionários do sistema prisional;
  • Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, como diabéticos;
  • Policiais civis e militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.


De acordo com Flávia Bertolace, Enfermeira Referência Técnica em Imunização e responsável pelo setor no município, as demais pessoas que não fazem parte do público-alvo que possuíam alguma vacina em atraso puderam procurar as unidades de saúde no Dia D, para aproveitar a oportunidade de atualizar seu cartão de vacinação.

“Porque este é um dia em que nossa equipe de saúde está toda por conta da vacinação, às vezes no decorrer da semana há outras atividades que dificultam a realização de vacinações, sem falar que fica mais tumultuado”, afirmou.



Confira Também


Publicidade

no Facebook